Resenha: P.S. Eu Te Amo + sorteio!

capa p.s. eu te amo

P.S. Eu Te Amo, por Cecelia Ahern
Título original: P.S. I love you

Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
ISBN: 9788581630625
Onde comprar: Submarino | Livraria Saraiva | Livraria Cultura | Fnac | Book Depository

Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

Depois de meses e meses esperando a oportunidade, finalmente li um livro da famosa Cecelia Ahern! Já tinha lido várias resenhas e ouvido vários comentários sobre a autora e seus livros, então quando a Novo Conceito me enviou esse livro fiquei louca de felicidade! :)
Holly e Gerry eram o casal perfeito. Se conheceram ainda quando crianças, se apaixonaram loucamente, possuíam um bom grupo de amigos e viveram felizes e casados durante 15 anos, até o dia que Gerry faleceu devido à um tumor no cérebro. Holly viu sua vida desabar e sair completamente dos trilhos. Ela havia perdido seu marido, sua alma gêmea; e por mais que suas amigas, Denise e Sharon, ou sua família tentasse Holly havia perdido vontade até de sair de casa. Até que um dia sua mãe liga dizendo que havia chegado uma encomenda para Holly: A Lista.
Gerry cumpriu uma pequena promessa de anos atrás e fez uma lista de coisas que ajudariam Holly a seguir em frente. A cada mês ela deveria abrir um dos dez envelopes que ele havia deixado e ela deveria seguir cada um à risca. A ideia de ter uma pequena presença de Gerry em sua vida dá o impulso que Holly precisava para começar a viver novamente.
Eu admito que me apaixonei por todos os personagens. Holly tem três irmãos e uma irmã: Richard, o sério, Jack, o brincalhão, Declan, o farreiro, e Ciara, a aventureira. A família é completamente misturada e a interação entre eles é natural e simpática – não tem como não adorar. O meu personagem favorito, apesar de tudo, é Daniel. Ele é o dono do bar onde a banda de Declan toca e é lá que ele e Holly se conhecem. Ele é uma parte essencial da “recuperação” de Holly e é um lindo desejável ótimo livro inteiro. Quero um pra mim!
 
O livro é grandinho e no começo pensei que ele iria se arrastar em pequenas coisas e se tornar monótono (como foi quando li Casório?! da Marian Keyes), mas quando menos esperava já estava na páginas 300 e desejando por mais 200! A história se desenvolve em um bom ritmo, tem alguns episódios paralelos muito legais, algumas revira voltas divertidas… O livro trata não só da superação, mas também de amizade, de problemas familiares, de novos começos e de encontrar a si mesma no seu próprio tempo. É do tipo que dá gosto de ler, nos anima e vale a pena a expectativa.
Uma das coisas que mais gostei foi a narração em terceira pessoa que, mesmo sendo 90% do tempo direcionada à Holly, às vezes mudava para o ponto de vista de outros personagens. Senti uma preocupação de todos serem essenciais no desenrolar dos eventos e acho que foi bem feita – personagens que pensei serem irrelevantes tiveram suas quinze linhas de fama.
Muitos devem procurar o livro por causa do filme com a Hilary Swank e maravilhoso lindo Gerard Butler, mas devo dizer que, como na maioria dos casos, o livro é beeem melhor do que o filme e bem diferente também; então leiam de mente aberta! Eu adorei a leitura, mal posso esperar para ler outros da Cecelia e sem dúvidas indico para todos que adoram um romance, uma história diferente ou um livro imprevisível.
P.S.: Bom, eu gostei e me empolguei tanto que resolvi fazer um sorteio do kit do livro que tenho especialmente para meus queridos leitores! Para se inscrever basta preencher o formulário Rafflecopter abaixo. As regras estão no link “Terms and Conditions” no widget. Boa sorte à todos! ;)